Quinta, 20 de julho de 2017
Logo

Acesso ao Painel

cadastre-se | esqueci minha senha

  • Leitura
    A A
  • Imprimir
  • Indique nosso site

Noções gerais

A coluna vertebral constitui o eixo de sustentação do corpo. É ela dividida em três segmentos básicos – Cervical, Dorsal e Lombar sendo que, no homem, em posição Ortostática, cada um destes segmentos possui curvaturas definidas. (Lordose cervical - Cifose dorsalLordose lombar)

Estes 3 segmentos são, em seu conjunto, formado por 24 ossos denominados vértebras (7 cervicais - 12 dorsais – 5 lombares), que se apoiam uma sobre a outra, sendo que entre elas existe uma estrutura de amortecimento chamada de disco inter vertebral.

Do ponto de vista anatômico, cada vértebra é formada por um bloco de osso redondo chamado de corpo vertebral, possuindo em sua parte posterior estruturas outras que permitem a formação de um canal.

Quando as vértebras são justapostas uma sobre a outra, os prolongamentos posteriores de cada vértebra formam um tubo oco que rodeia a medula espinhal, protegendo-a.

A medula espinhal é o eixo nervoso do organismo. Saindo a partir do cérebro em direção à região baixa da coluna, envia ela ramos nervosos (raízes nervosas) entre cada vértebra, que serão responsáveis pela inervação de todas as estruturas.

As raízes nervosas oriundas da coluna cervical têm como finalidade a inervação da cabeça e membros superiores (braços e mãos). Já, as provenientes da região dorsal inervarão tórax e abdômen, enquanto que as da região lombar inervarão pélvis e membros inferiores (coxa, perna e ).

Duas vértebras contíguas separadas por um disco intervertebral + as raízes nervosas provenientes da medula espinhal a esse nível + as articulações facetárias que ligam estas duas vértebras em seu conjunto, são denominados de UNIDADE FUNCIONAL.

Enquanto a parte anterior da Unidade Funcional, corpo vertebral, é uma estrutura de sustentação (suporte de peso e amortecimento de choques), a parte posterior não suporta peso e funciona através de suas articulações como um verdadeiro guia dos movimentos.

Disco inter vertebral

O disco inter vertebral é uma estrutura especializada de tecido conjuntivo que separa dois corpos vertebrais. Funciona ele como um amortecedor, protegendo a coluna contra a ação da gravidade e dos demais esforços do dia a dia. É ele constituído de uma parte central e gelatinosa composta de grande quantidade de água e mucopolissacarídeos, denominada de Núcleo Pulposo; sendo ele o grande responsável pelas propriedades mecânicas da coluna (amortecer choques).
 

O Núcleo Pulposo em um indivíduo normal é mantido na parte central do disco vertebral por meio de um sistema ligamentar formado por uma cinta de tecido conjuntivo fibroso, arranjado em camadas oblíquas.

Faceta articular

Duas vértebras contíguas estão unidas por meio de suas facetas articulações, uma de cada lado do corpo vertebral, que formam uma articulação denominada inter facetária e que é recoberta, em sua superfície articular, por tecido cartilaginoso.

O ângulo de encaixe entre as facetas é que limitará o grau de movimentação de cada segmento vertebral. Enquanto a coluna cervical, o mais móvel dos segmentos, possui suas facetas dispostas em um ângulo de 45 graus, as facetas dorsais têm uma angulação de 60 graus e, as lombares de 90 graus.

Entre duas vértebras contíguas existe a formação de um pequeno túnel ósseo situado de cada lado da vértebra e chamado forame inter vertebral. As raízes nervosas provenientes da medula se exteriorizam por meio deste forame.

Problemas dolorosos ligados à coluna vertebral são oriundos não somente das estruturas próprias da coluna e já descritas porem muitas vezes de estruturas contiguas.

Abordar as algias vertebrais é, às vezes, um trabalho bastante complexo. Dores sentidas na coluna podem ser não só secundárias à doenças da coluna como também de doenças outras que possuem na coluna um dos seus alvos, ou mesmo, das estruturas que participam do movimento (músculos e ligamentos).

Dr. Antonio Carlos Novaes (Reumatologista)
Especialista em Reumatologia e Medicina do Trabalho