Domingo, 24 de setembro de 2017
Logo

Acesso ao Painel

cadastre-se | esqueci minha senha

  • Leitura
    A A
  • Imprimir
  • Indique nosso site

Tendinite

Define-se como Tendinite um processo inflamatório que acomete o tendão. Pode ele ser secundário a doenças sistêmicas como alterações hormonais, distúrbios metabólicos, doenças infecciosas, doenças imunológicas, macro traumas ou mesmo esforços repetitivos.

As tendinites secundárias a esforços repetitivos são denominadas de LER - Lesão por Esforço Repetitivo.

Uma LER pode ser adquirida tanto dentro quanto fora do trabalho.

Temos como exemplo de LER não profissional as epicondilites de tenistas, as síndromes do manguito de nadadores e donas de casa, as tendinites de abdutor de polegar em indivíduos que jogam video Game, a tendinite de flexores em digitadores de final de semana, as epitrocleítes de jogadores de Golf, etc.:

Erroneamente, é comum confundir o termo LER com DORT.

Enquanto a LER pode ser ou não secundária a uma atividade dentro ou fora do trabalho, as DORTs (Doenças Osteoarticulares Relacionadas ao Trabalho), como o próprio nome já define, estão sempre relacionadas às atividades profissionais.

É imprescindível em qualquer caso de LER, para que a mesma seja caracterizada como de ordem profissional e que seja equiparada a uma DORT, que haja a visita de um médico de trabalho ao posto de trabalho do funcionário, para que comprove a existência do fator passível do desencadeamento da DORT.

No caso das tendinites, por serem processos inflamatórios a abordagem do seu tratamento se baseia em dois pilares básicos.

  1. O primeiro consiste em se determinar qual a causa desencadeadora desta tendinite e corrigí-la. Nos casos em que existe uma doença de base desencadeando o processo, o sucesso do tratamento está no reconhecimento e tratamento desta doença de base.

    É bastante comum o caso de mulheres com alterações hormonais tireoidianas, na faixa de 35 a 50 anos, que têm como manifestação inicial da doença uma Tendinite ou uma poli artralgia, sendo que só posteriormente ocorre a confirmação do Hipotireoidismo. O mesmo se aplica aos casos de alguns reumatismos em sua fase inicial e de alguns processos infecciosos.

  2. O segundo se baseia em uso de medicamentos para a diminuição dos sintomas e tratamento da doença primária. Por serem as tendinites processos inflamatórios dolorosos, a analgesia nestes casos normalmente é obtida com o uso de Anti-inflamatórios, que podem ser tanto hormonais como os corticosteróides, quanto não hormonais.

Nos casos de Tendinites secundárias a movimentos repetitivos, a simples retirada do fator causal (supressão do movimento ou dos ciclos de movimentos) será medida fundamental para o tratamento e reabilitação do paciente.

Nas Tendinites equiparadas a DORTs, dentre as medidas preventivas mais aconselhadas inclui-se a verificação e adaptação do posto de trabalho, a realização de pausas compensatórias, exercícios de alongamento e, em algumas vezes, a troca de função etc.

Uma vez que haja a confirmação de uma Tendinite equiparada a DORT, é esta uma condição de tratamento prolongado que, na grande maioria das vezes culminará com a readaptação do funcionário em outra função ou outro local de trabalho.

Dr. Antonio Carlos Novaes (Reumatologista)
Especialista em Reumatologia e Medicina do Trabalho